domingo, 7 de junho de 2009

Foi como um dia de sol que rápido se carregou de nuvens escuras. Foi um sorriso que rapidamente se trocou por uma lágrima , foi uma vida que tinha começado e que depressa se tinha desmoronado. Tinha tudo sido ilusão. Os abraços, os beijos, os toques, os olhares, os sorrisos, nada tinha sentido. Porque é que agora tudo tinha ido em vão?
Foram falsas as palavras, foram falsos os 'amo-te' . Nada tinha valido a pena agora, tudo tinha sido mera ilusão. São as lágrimas que ainda se derramam pela face dela, são as saudades de tê-lo de novo ao pé dela, a abraçá-la, a tirar-lhe o frio, a pôr-lhe um sorriso novinho e verdadeiro no rosto, a beijar-lhe o pescoço.
O que é que ela tinha agora? Nada. Tudo tinha acabado , nada fazia do. Foram muitos os medos de ambos, foram vários os antecipamentos dela.
No fundo, tudo foi como um sonho, um sonho bom. Um sonho que pouco durou mas um sonho que lhe pôs um enorme sorriso no rosto, e que ao acordar lhe fez escorrer pela face mil e uma lágrimas. Lágrimas de saudade, de tristeza, de desilusão e acima de tudo, lágrimas por ter acordado.

7 comentários:

  1. Lindu.....
    P.S : num li mas cumu tu so escolhes coisas bunitas.....
    eu cunfiei....bjs

    ResponderEliminar
  2. Conheço muito bem o teu desabafo.. Sei que é difícil, mas as boas recordações sempre ficam, não são ilusões como tu dizes. Todos os momentos foram preciosos. Uma lição de vida, de onde arranjarás forças para tentares superar este momento, que tornar-te-á mais forte mentalmente para um futuro próximo.

    ResponderEliminar
  3. um sonho ilude-nos, mas mesmo assim não perco a capacidade de sonhar.

    Elo.

    ResponderEliminar
  4. Um sonho bom. Adorei o texto.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  5. Adorei o texto (:
    Beijinho*

    Obs:. estou a seguir

    ResponderEliminar